Arquivo da categoria: [ Nossos vídeos ]

Claudemir Viana no Memórias Ecanas 2015

O Prof. Dr. Claudemir Viana, docente do curso de Licenciatura em Educomunicação da ECA-USP, conta a sua história de vida e sua trajetória profissional no projeto Memórias Ecanas. Sua escolha de carreira, sua visão sobre o papel do educomunicador na sociedade e outras histórias são abordadas neste vídeo, material inspirador para todo estudante e profissional de educomunicação, e para os que desejam conhecer esta área de atuação.

O projeto Memórias Ecanas foi criado em 2006, com o objetivo de resgatar as memórias e as narrativas inspiradoras da Escola de Comunicações e Artes. Realizado pelos alunos do sexto semestre de Relações Públicas, o Memórias Ecanas já apresentou mais de 120 memórias de personagens inspiradores da ECA.

Confira o vídeo:

Curta e compartilhe em suas redes sociais!

Projeto desenvolvido pelos alunos: Catarina Vasconcelos, Edson Costa, Henrique Andrade e Victor Barcellos.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em [ Atividades da Licenciatura em Educomunicação ], [ Nossos vídeos ]

Memórias Ecanas com Denise Eloy

O projeto “Memórias Ecanas” tem como objetivo registrar e eternizar as memórias dos que trilharam e contribuíram significativamente à Escola de Comunicações e Artes, da Universidade de São Paulo (ECA-USP).
Neste semestre, alguns alunos da Licenciatura em Educomunicação participaram deste projeto.

Este vídeo traz a conversa com Denise Eloy , jornalista, ex-educadora do Projeto Redigir  e que hoje atua em Educomunicação. Ela fala sobre sua experiência e apresenta a Educom de um jeito muito bacana!

Esta entrevista foi produzida pelos alunos Adriano Leonel, Alexandre Moreira, Flávia Silveira, Leonardo Rudi e Natália Sierpinski.

Deixe um comentário

Arquivado em [ Atividades da Licenciatura em Educomunicação ], [ Nossos vídeos ]

Memórias Ecanas com Carmen Gattás

O projeto “Memórias Ecanas” tem como objetivo registrar e eternizar as memórias dos que trilharam e contribuíram significativamente à Escola de Comunicações e Artes, da Universidade de São Paulo (ECA-USP).
Neste semestre, alguns alunos da Licenciatura em Educomunicação participaram deste projeto.

Jeff Onoe Ganev e Beatriz Truffi Alves entrevistaram a Profª. Dra. Carmen Lúcia Melges Elias Gattás, que ofereceu relevante auxílio junto à estruturação do curso de Licenciatura em Educomunicação da ECA e oferece a tantos outros serviços à comunidade, sobretudo nos ramos da Educação Ambiental, Educomunicação e Educação a distância.

Veja a entrevista aqui:

Deixe um comentário

Arquivado em [ Atividades da Licenciatura em Educomunicação ], [ Nossos vídeos ]

“…a gente não faz ideia da repercussão e ressonância que qualquer coisa que a gente faça pode ter…”

O Memórias Ecanas traz a Prof. Christina Rizzi, do Departamento de Artes Plásticas (CAP-ECA-USP), que fala sobre suas primeiras influências na área das Artes e sobre algumas das experiências que viveu em seu tempo de aluna de graduação da ECA.

– O projeto Memórias Ecanas, iniciado em 2006 pelo professor Paulo Nassar do CRP/ECA/USP, tem por objetivo armazenar os depoimentos das pessoas que fazem a história da Escola de Comunicações e Artes da USP. Diversos rostos e vozes contam como foi (ou como é) a sua relação com a ECA, quais as lembranças carregadas e reflexões que são feitas.

Deixe um comentário

Arquivado em [ Acontece por aí... ], [ Nossos vídeos ]

Memórias Ecanas: Ferdinando Martins

Deixe um comentário

Arquivado em [ Nossos vídeos ]

Culturas Paulistanas – Okinawa Festival

Série de 3 vídeos que retrata as diversas culturas que formam a identidade paulistana, através das festas que celebram a gastronomia, arte e o modo de ser das pessoas que vivem na cidade de São Paulo.

+ Informações sobre o Okinawa Festival:

http://www.okinawafestival.com.br/

 

*Produzido por alunos da licenciatura em Educomunicação

Beatriz Alves / Mauricio Silva  / Gabriela Gatti /Mariana Guerreiro

Atividades Acadêmicas Científicas e Culturais IV

Supervisão: Professores Roseli Figaro & Paulo Telles

 

Deixe um comentário

Arquivado em QR Code, [ Atividades da Licenciatura em Educomunicação ], [ Nossos vídeos ]

Onde está a arte?

Projeto Sarau-vá*

Dentro da concorrida metrópole de São Paulo, participar e se expressar artisticamente parece ser algo fácil. Acontece que muitas das opções de lazer,arte e cultura estão localizadas na região central da cidade. O acesso a esses movimentos artísticos fica restrito a um pequeno nicho de pessoas, seja pela condição financeira ou social.

A necessidade de se manifestar através da arte fez com que os indivíduos das regiões periféricas criassem seus próprios pontos de cultura, um refúgio contra a loucura e a realidade do cotidiano. Integração, expressão e arte para transformar o dia-a-dia agitado num viver mais lúdico.

Perus é o último bairro de São Paulo antes do limite com o municipio de Caieiras. É um bairro afastado da região central, e para quem só conhece e vive do centro, fica dificil descobrir esses pontos de comunhão de arte. Todos são bem vindos e convidados a participar se expressando artisticamente da maneira como sabe ou gosta. Para os jovens, é uma possibilidade de lazer e de encontrar pessoas novas, de aprender. Para os mais velhos, é a oportunidade de libertar a alma lúdica há tanto tempo aprisionada pelo insistente perseguir do relógio.

O Sarau D´Quilo, que fica ao lado da estação de trem de Perus, é um espaço democrático, que movimenta a cidadania do bairro e exercita as mentes. Um trabalho de se curtir e admirar, um exemplo de que é possível difundir a arte sem depender de órgãos governamentais ou empresas privadas. O Sarau é a ilha lúdica do saber. O espaço do conhecimento compartilhado e vivido. Quando se está dentro do Sarau, participando, a sensação é de que todos fazem parte daquele movimento cultural e ao mesmo tempo dão vida ao grupo. Seja através de uma poesia improvisada, uma dança, ou uma canção, é a arte que encontra o seu caminho para se perpetuar por entre os sujeitos que ali estão, inalando cultura, todos juntos nessa ilha lúdica feita de arte.

André Diogo

*Sarau-vá é o garimpo da arte. É preciso procurar bem para descobrir os saraus e, extrair deles a manifestação artística em seu estado bruto. Livre de conceitos e regras. Uma ponte entre a cidade, cultura de massa e a livre expressão do artista anônimo.  

Deixe um comentário

Arquivado em [ Acontece por aí... ], [ Atividades da Licenciatura em Educomunicação ], [ Imersões ], [ Nossos vídeos ]