Arquivo da tag: EAD

Educomunicadores: Antonia Alves, vocação para a Educomunicação e a educação salesiana

Antonia Alves Pereira

Antonia Alves Pereira

Antonia Alves é jornalista formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo (UFMT, 2000), especialista em Educação a Distância (Senac-RJ, 2008) e Mestra em Ciências da Comunicação (ECA-USP, 2012).

Sua dissertação de mestrado (veja link no seu blog) tratou da incorporação de conceitos e práticas educomunicativas na Rede Salesiana, uma rede de ensino internacional ligada à igreja católica, e que produz seu próprio material didático. O professor Ismar de Oliveira Soares é consultor das irmãs Salesianas sobre uso das mídias e da educomunicação. Esta rede, inclusive, promoveu diversos encontros específicos para debater educomunicação.

Além de seu envolvimento em projetos educomunicativos, Antonia Alves é tutora / orientadora do Mídias na Educação. Ela diz que descobriu sua vocação educomunicativa por cultivar a experiência dialógica. No curso Mídias quem foi orientado por ela pode experimentar o diálogo educativo, que pode acontecer mesmo  a distância, mediado com uso das tecnologias.

A relação dialógica é referência primeira para entender o que é Educomunicação, e podemos estudá-la nos escritos de Paulo Freire e Mario Kaplún.

Recomendo a leitura de DEPOIMENTO de Antonia Alves, onde ela conta em um pouco da sua trajetória, que pode nos ajudar a descobrirmos também nossas vocações e talentos para a prática educomunicativa.

Compartilho também uma apresentação sobre cibercultura e redes sociais feita pela própria Antonia Alves, que participou da instituição Salesiana de 1994 a 2003, mas após sua pesquisa vem assessorando eventos com educadores e jovens do grupo.:

Abaixo, vídeo feito por Richard Romancini, onde Antonia fala sobre o processo de orientação:

Deixe um comentário

Arquivado em Educomunicadores

Pesquisa: Aprendizagem em Rede e Educomunicação

Relato de pesquisa e formação

Aprendizagem em Rede e Educomunicação: a experiência de formação a distância de professores da rede pública da cidade de São Paulo

Fábio Rogério Nepomuceno

 

Participo de projetos educomunicativos do Programa Nas Ondas do Rádio (NOR) desde 2007 e sou professor da rede municipal de educação desde 2005. Pelo interesse na proposta da educomunicação, prestei novamente o vestibular da Fuvest e entrei no novo curso Licenciatura em Educomunicação da ECA. Neste percurso, e por ser aluno do Professor Ismar de Oliveira Soares, acabei sendo convidado para ser tutor na 4ª Oferta da especialização a distância Mídias na Educação, na etapa inicial. Na continuidade, me tornei aluno do mesmo curso, na etapa de orientação das monografias.

Em 2012, o Programa NOR promoveu o primeiro curso a distância Produção de Projetos Educomunicativos, com a intenção de ampliar o número de projetos educativos propostos pelos professores e as escolas utilizando o conceito educomunicação e qualificar seus textos, de forma a serem mais aprovados pelas supervisões das escolas.

Participei deste curso como aluno e foi um caminho natural utilizá-lo como objeto para minha pesquisa do Mídias na Educação que buscou identificar como foi realizado o curso e em que medida o conceito educomunicação esteve presente na prática dos professores cursistas, ou seja, como receberam o conceito e se apropriaram dele na produção de seus projetos.

Para tanto, entrei em contato direto com alguns formadores educomunicadores do Programa Nas Ondas do Rádio, que atuaram como designers instrucionais e tutores do curso. E realizei entrevista via Skype com o coordenador do programa NOR, professor Carlos Alberto Mendes Lima.

Primeiro com orientação da Kassandra Brito, desenvolvi o projeto de pesquisa. Num segundo momento, tive a orientação de Antonia Alves na escrita da monografia, momento em que ampliei a bibliografia relacionada à Educação a Distância e à Educomunicação. Mesmo já tendo atuado como tutor, foi uma surpresa descobrir a complexidade e o tamanho do tema.

Minha grande dificuldade foi conseguir contato direto com os professores que efetivamente fizeram o curso, apesar de ter conseguido os e-mails de todos eles. Na verdade, poucos responderam o contato. Julguei que isto ocorreu por não terem tanta familiaridade com a participação em cursos EAD. No entanto, através das respostas daqueles que responderam  e analisando depoimentos nos fóruns da plataforma AVA do curso, foi possível constatar a boa aceitação da proposta de formação EAD e uma apropriação consistente do conceito educomunicação.

Como continuidade de aprofundamento do tema, percebemos a necessidade de continuar a pesquisa, se possível visitando as escolas e analisando como os projetos estão sendo efetivamente aplicados.

O curso Mídias na Educação abriu minha visão para a educomunicação como objeto de pesquisa. O conceito para mim sempre foi uma meta de uso prático na escola ou fora, nas atividades do projeto Imprensa Jovem, onde os alunos se tornam reporteres e produtores de mídia. Uma paixão. Mas o curso me mostrou como é importante buscar critérios de análise e debater a Educomunicação. Acho que este trabalho acadêmico pode refletir em melhoras na prática.

Como dica essencial, acho que fica o mesmo. A pesquisa deve sempre fazer parte da nossa prática de professor. Analisar os projetos das nossas escolas, analisar nossas práticas, buscar bibliografias que nos ajudem a pensar e a criar dentro das escolas.

Deixe um comentário

Arquivado em Educomunicadores

Educomunicadores: Roberto Aparici e a UNED

Roberto Aparici, ao lado do professor Ismar Soares na  primeira aula da disciplina Epistemologia da Educomunicação do curso Educom USP.

Roberto Aparici, ao lado do professor Ismar Soares na aula inaugural da disciplina Epistemologia da Educomunicação do curso Educom USP.               Clique para mais informações

“A Educomunicação (…) nos apresenta uma filosofia e uma prática da educação e da comunicação fundamentadas no diálogo e na participação que não requer apenas tecnologias, mas também a mudança de atitudes e de concepções. Muitos de seus princípios têm sua origem na comunicação dialógica que pregava Paulo Freire” diz Roberto APARICI no livro Educomunicación: más allá Del 2.0, organizado por ele e considerada a primeira obra internacional sobre educomunicação.

Além do próprio Roberto Aparici (Espanha), podemos ler neste livro educomunicadores pioneiros como  Daniel Prieto (Argentina), Mario Kaplún (Uruguai),  Jorge Huergo (Argentina), Delia Druetta (México), Ismar de Oliveira Soares (Brasil), Guillerme Orozco (México), Carlos Eduardo Valterrama (Colombia), Maria Tereza Quiróz (Peru); Agustín Matilla, Martín Barbero, José Cabellas Barroso, Carlos Scolari, Joan Ferrés y Prats e Sala Osuna (também da Espanha).

No vídeo abaixo, Aparici diz que a educomunicação nos chama a participar da Educação e da Comunicação, como uma mesma coisa. E participar significa “partipar colaborativamente, produzir colaborativamente e borrar os limites de quem é autor e quem é receptor, somos todos autores e receptores” no processo de informação, ensino e aprendizagem.

Além de estudioso e divulgador do conceito, Aparici é doutor em educação, especialista em comunicação educativa um educomunicador atuante sobretudo em cursos de educação a distância, na  UNED (Universidade Nacional de Educação a Distância, da Espanha), sendo  diretor do Programa Modular em Tecnologias Digitais e Sociedade do Conhecimento nesta universidade.

Já visitou o Brasil algumas vezes, inclusive na CONFIBERCOM 2011 quando foi entrevistado e entrevistou alunos do Programa Nas Ondas do Rádio. Com certeza voltará em breve; mas além disso esta facilmente acessível pela internet. Vale a pena acompanhar suas discussões e conteúdos que divulga nas redes sociais.

O vídeo acima esta presente num mural resumo do livro Educomunicación: más allá Del 2.0. Vale a visita: http://wallwisher.com/wall/qnjltxa5n2 

Deixe um comentário

Arquivado em Educomunicadores, [ Acontece por aí... ]

Educom EAD


Projeto Folder Educom EAD revisto

Deixe um comentário

Arquivado em [ Atividades da Licenciatura em Educomunicação ], [ Imersões ]

Mídias na Educação apresenta as monografias da 1ª Oferta do Nível de Especialização na ECA/USP

Os cursistas da 1ª Oferta do Nível de Especialização de São Paulo do Programa Mídias na Educação defenderam hoje (17 de setembro de 2011) suas monografias de conclusão no prédio da ECA/USP nos períodos da manhã e tarde.

Conheça os resumos das monografias acessando o link: http://www.usp.br/nce/midiasnaeducacao/pdfs/programa_final_1a_oferta.pdf

Abertura do evento - Cursistas e equipe do Mídias na Educação

 Mídias na Educação é iniciativa desenvolvida pela Secretaria de Educação a Distância (Seed) do Ministério da Educação (MEC), em parceria com secretarias de educação e universidades públicas. O curso caracteriza-se por adotar o formato da educação a distância (EAD), para propiciar uma formação continuada para o uso pedagógico de diferentes tecnologias da informação e da comunicação – TV e vídeo, informática, rádio e impresso.

Para maiores informações, veja o site: http://www.usp.br/nce/midiasnaeducacao/

Deixe um comentário

Arquivado em [ Passaram por aqui ]